Home Blog Pós-Graduação Lato Sensu x Stricto Sensu: qual a diferença?

Pós-Graduação Lato Sensu x Stricto Sensu: qual a diferença?

As duas categorias de cursos de pós-graduação existentes no Brasil ainda geram dúvidas em muita gente: lato sensu e stricto-sensu, qual a diferença entre elas? Para acabar de uma vez com as dúvidas, explicaremos a seguir como é cada uma dessas formas de pós-graduação.
 
A diferença é bem simples. A modalidade lato sensu trata de especializações e MBAs (onde incluem-se também as residências). Já a modalidade stricto sensu se refere a mestrados acadêmicos, mestrados profissionais, doutorados e pós-doutorados.
 
Ok, mas qual a modalidade mais adequada para cada objetivo?
 
Levando-se em consideração as diferenças entre essas duas categorias, é importante que a pessoa tenha clareza sobre os objetivos que pretende alcançar com o curso. Aqueles que pretendem seguir na área acadêmica, lecionar em universidades e atuar em pesquisas devem optar pela modalidade stricto sensu, de forma a conquistar o título de mestre ou doutor em determinada área. Os cursos stricto sensu proporcionam conhecimentos mais específicos, de acordo com a área de estudo, e são mais voltados à geração de conhecimento. Ao final do curso, o aluno receberá um diploma.
 
Os alunos que buscam qualificação profissional e pretendem atuar no mercado de trabalho podem cursar uma pós-graduação lato sensu. Essa modalidade tem carga horária mínima de 360 horas, pode ser oferecida à distância e direciona-se àqueles que buscam aperfeiçoamento profissional. Nos cursos lato sensu o aluno precisa defender uma monografia ou um trabalho de conclusão de curso (TCC). Ao final do curso, receberá um certificado.
 
Características:
 
Os cursos lato sensu são mais voltados ao aperfeiçoamento ou atualização de conteúdos da vida profissional do estudante. Dentre essas espacializações estão os famosos MBAs (Master in Business Administration), que são especializações na área de administração. Há também as residências cursadas por médicos e veterinários. Essa modalidade tem o foco bem definido e é indicada a profissionais (que já atuam no mercado, ou não) com graduação que buscam cursos mais rápidos, para continuar sua formação profissional. Essa modalidade atende às exigências das instituições de ensino – Art. 44, III, Lei nº 9.394/1996.
 
Os cursos stricto sensu incluem mestrado acadêmico, mestrado profissional, doutorado e pós-doutorado. São indicados a profissionais graduados com mais tempo para se dedicar à pesquisa, que vão resultar em dissertações ou teses. Essa modalidade atende às exigências das instituições de ensino e ao edital de seleção dos alunos (Art. 44, III, Lei nº 9.394/1996).
 
No caso do mestrado acadêmico, o aluno produz artigos durante o curso e apresenta uma dissertação a uma banca de professores ao final. Já o mestrado profissional é indicado para quem deseja aprofundar conhecimentos teóricos e manter o foco no mercado de trabalho. Essa modalidade também requer a apresentação de uma dissertação.
 
O doutorado, por sua vez, é indicado àqueles que desejam ser pesquisadores ou professores universitários. No doutorado, o trabalho de conclusão é chamado de “tese”. Ao final dos cursos stricto-sensu, os alunos recebem um diploma.
 
Veja no quadro a seguir as principais diferenças:

TIPO DE PÓS

LATO SENSU STRICTO SENSU
Diploma

 

 

Certificado de conclusão Diploma e grau acadêmico
Tipo de Curso

 

 

Especializações e MBAs Mestrados e doutorados
Pré-requisito

 

 

Diploma de Ensino superior Diploma de ensino superior
Órgão Regulador

 

 

Sesu Capes
Objetivo

 

 

Mercado de trabalho Carreira acadêmica e pesquisa
Avaliação Final

 

 

Trabalho de conclusão de curso

Tese, dissertação

 
 
Certificado X Diploma
 
Diploma: é um documento formal emitido por instituições de ensino com cursos reconhecidos, habilitando seu titular ao exercício de uma profissão. Os diplomas são emitidos para comprovar a conclusão em cursos de graduação (bacharelado, licenciatura e tecnologia) e de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado).
 
Certificado: é um documento que comprova que seu titular participou de um evento, como congresso, simpósio, curso, palestra etc. Não tem a validade de um diploma e é registrado na própria instituição que o emitiu.
 
Por exemplo, ao concluir um curso de Gestão de Negócios em nível de pós-graduação lato sensu (especialização), o aluno recebe um certificado de conclusão de curso emitido pela própria instituição de ensino ou por uma outra conveniada.
 
Saber escolher entre as duas opções, lato sensu e stricto sensu, é fundamental para a carreira e para o objetivo que o profissional traçou.
 
Assim como saber escolher qual tipo de pós-graduação fazer, é muito importante também optar por qual instituição de ensino te trará bons resultados. Se corretamente escolhida o tipo de pós-graduação e a instituição, o investimento vale cada centavo, já que ter uma especialização é um diferencial muito grande no mercado de trabalho.
 
Ter uma pós-graduação hoje, além de todo o conhecimento adquirido indica que o profissional não parou no tempo, que é uma pessoa em constante busca do conhecimento, e é esse profissional que o mercado busca hoje.

Início da turma: 18 de Novembro de 2017 - Campo Grande/MS

Carga Horária: 18 meses

Nós ligamos para você!
Erro ao enviar o e-mail
Email Enviado Com Sucesso!
Avise-me sobre lançamentos de cursos