Pós-graduação em
Nefrologia

Veja preços e condições de investimento:
  • Conhecer a anatomia, fisiologia renal e patologias que levam à doença renal aguda e crônica em todo ciclo vital. Anatomia, fisiologia e patologias associadas à doença renal aguda e crônica em todo ciclo vital. Métodos diagnósticos.

    A disciplina tem como objetivo apresentar um panorama das bases conceituais e operacionais da epidemiologia e da bioestatística como método de investigação cientifica indispensáveis ao estudo da origem, evolução e controle dos problemas de saúde. O conteúdo programático da disciplina abrangerá: Importância da epidemiologia para o conhecimento das relações causais no processo saúde-doença.

    Bases e pressupostos da Bioética. Considerações e direitos dos pacientes. Sigilo profissional. Humanização da Assistência. Responsabilidade profissional, legal e moral em relação ao paciente crítico. Relações interpessoais no processo de trabalho e no cuidado ao paciente.

    Conhecer os princípios da Política Nacional de Atenção ao Portador de Doença Renal Crônica. Reconhecer a rede de atenção ao portador da doença renal crônica no estado/município. Conhecer a legislação específica para diálise e transplante renal.

    O Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP) é sua utilização como ferramenta para a gestão nas unidades prestadoras de serviço em saúde, cujo objetivo é a manutenção de informação sobre o estado de saúde e o cuidado recebido por um paciente.

    Segurança do paciente: conceito e importância. Metas Internacionais de Segurança do Paciente. Epidemiologia das infecções hospitalares. Precauções padrão. Prevenção e controle de infecção do trato urinário, respiratório, da ferida cirúrgica, do acesso vascular e da corrente sanguínea. Identificação e tratamento das infecções hospitalares. Imunização do paciente e familiar. Vigilância epidemiológica. Programa de controle e prevenção de infecções e eventos adversos (PCPIEA). Riscos relacionados ao trabalho em terapia renal substitutiva. Imunização do trabalhador. Materiais perfurocortantes, químicos e biológicos. Ocorrência de acidente de trabalho e notificação. Ergonomia. Equipamentos de proteção individuais e coletivos (EPIs e EPCs).

    Pesquisa científica: conceito científico de pesquisa, ética na pesquisa, tipos de pesquisa; Projeto de pesquisa: elementos constitutivos, projeto para pesquisa bibliográfica; Escolha do tema; Revisão de literatura: importância da leitura, técnicas de leitura e fichamento; Procedimentos e instrumentos de coleta de dados: análise documental, questionário, formulário, entrevista, observação, história de vida, grupo focal, estudo de caso; Organização, apresentação, análise e interpretação dos dados estatísticos; Regras para apresentação de trabalhos científicos; Artigos; Comunicações científicas: comunicação, mesa-redonda, painel, pôster; resenhas e trabalhos de revisão bibliográfica; Resumos e Abstracts. Entre outras peculiaridades deste módulo.

    Estudo do Processo de Enfermagem e as bases legais para a implementação da SAE. Aplicação das Teorias, Diagnósticos e Intervenções de Enfermagem a partir de um raciocínio clínico em Enfermagem aplicada a Nefrologia.

    Visita Técnica a uma Unidade de Terapia Renal Substitutiva - que busca prestar cuidados de enfermagem ao paciente em Terapia Renal Substitutiva, visando à diminuição das complicações e à melhora da qualidade de vida.

    Procedimentos de circulação de sala. Cuidados pré, trans e pós-operatório. Técnica de preparo e instalação dos diferentes sistemas de diálise peritoneal. Troca do equipo de transferência. Balanço hídrico e monitorização hemodinâmica. Complicações relacionadas à diálise peritoneal e protocolos de tratamento. Protocolo de atendimento e tratamento.

    Tem como objetivos descrever os estágios e os principais fatores de progressão da doença renal crônica, os métodos de avaliação para o diagnóstico nutricional bem como apresentar os medicamentos mais utilizados nas diferentes modalidades de tratamento da DRC.

    Tem como objetivo descrever as principais intercorrências clínicas e condutas para retardar a progressão da DRC e controlar as complicações associadas à doença.

    Complicações e intercorrências relacionadas ao transplante. Protocolos de atendimento e tratamento. Protocolo do pré-operatório de Tx renal. Cuidados de enfermagem na assistência pós operatória imediata. Medicações, curativos, exames diagnósticos. Protocolo de orientação de alta hospitalar para o paciente submetido ao transplante renal. Função do sistema imunológico, ação das drogas imunossupressoras e efeitos colaterais. Protocolo de atendimento e tratamento.

    Sistemas de saúde brasileiros: públicos e privados - uma visão local, regional, estadual e nacional. Sistema Único de Saúde (SUS) e o Pacto da Saúde: consolidação do SUS e reflexos na iniciativa privada. Sistema Suplementar de Saúde no contexto da saúde brasileira.

    Os Cinco Componentes da Inteligência Emocional.

    Visita Técnica a uma Unidade de Terapia Renal Substitutiva - que busca prestar cuidados de enfermagem ao paciente em Terapia Renal Substitutiva, visando à diminuição das complicações e à melhora da qualidade de vida.

    O Módulo TCC contempla a escolha do estudante para com o tema e indicação do orientador, os encontros são periódicos, presenciais e on-line, estudante e orientador podem estabelecer horários flexíveis para ambos. Intuito de acompanhamento e, amadurecimento do tema proposto. Em seguida a elaboração / correção / finalização do artigo de conclusão da especialização e encaminhamento para submissão da instituição.

  • Danilo Bertoloto dos Anjos

    Graduado em Enfermagem pela Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal (2005). Especialista em Enfermagem em Nefrologia pelo CEEN/PUC - Goiás . Atualmente é Responsável Técnico dos Serviços Médicos Integrados em Nefrologia - SIN Terapia Renal.

  • A presente especialização em Nefrologia compreende em atender as exigências de mercado, uma vez que a implantação dos Serviços de Terapia Renal Substitutiva (hemodiálise, diálise, transplante renal, nefrologia clínica e tratamento conservador das doenças renais) configura responsabilidades qualificadas. A experiência profissional do coordenador que conduz esta especialização será entregue no decorrer dos módulos, consolidando o ensino teórico prático, nesse caminho o procedimento das aulas aspiram debates envolventes, permeando não apenas uma aula, mas, um caminho a ser percorrido. 

  • A constante busca pela performance plena dos estudantes, resultou em diversos paradigmas magníficos para plataforma de Alto Nível Famper. O caminho do saber e autonomia dos estudantes concretizaram um molde de aprendizagem privilegiado, transformando teoria em questões práticas reais e, sobretudo permeando crescimento constante dos Pós Graduandos frente os desafios de esfera regional - global.

    A metodologia Famper de Alto Nível remete a leitura de textos e visualizações de vídeos antes das aulas, desta forma o estudante adquire conhecimento prévio do conteúdo, construindo sua própria linha de discussão para os temas, nossas especializações são altamente contemporâneas, para isso, os docentes fornecem sucessivamente artigos científicos e materiais -  indexados em veículos de credibilidade totalmente atualizados.

    Nessa categoria, o estudante tende a se preparar ao menos 1 hora por dia para os encontros, pois, não existe posicionamento para debates sem que o pós-graduando tenha uma base sólida daquele tópico. Nossas especializações são presenciais, logo 90% da carga horária é cumprida em sala de aula. O restante 10% contempla o monitoramento dos orientadores, supervisionando e acompanhando os estudantes, visitas técnicas, estágios supervisionados e, sintonia das idéias para com os trabalhos de conclusão de curso.

    O intuito desta plataforma é garantir que o estudante seja Ativo, evitando conferências apenas para ouvir o Docente. Nossas especializações refletem ocasião de encontro, trocas de saberes e, mais que isso, posicionamento de vanguarda do especialista Famper frente aos desafios coloquiais.

    Sobre as Visitas Técnicas

    As visitas técnicas ocorrem no decorrer do curso, em módulos específicos, no SIN Terapia Renal localizado em Campo Grande - MS.

Corpo Docente

DEPOIMENTOS DE NOSSO ESPECIALISTAS

APROVEITE AS VANTAGENS E COMECE A ESTUDAR AGORA!
Metodologia Alto Nível e Portal do Aluno
Metodologia diferenciada e acesso a materiais das aulas, notas e ferramentas através do sistema.
Corpo Docente Qualificado e Reconhecido no mercado.
Estude com os melhores coordenadores, professores e profissionais renomados nacionalmente.
Estude com a melhor Infraestrutura para o melhor rendimento
Salas de aula amplas, biblioteca, laboratório de informática, lanchonete e total acessibilidade, no centro de Campo Grande.
Veja preços e condições de investimento:

Cursos relacionados confira abaixo os outros cursos de pós-graduação

Erro ao enviar o e-mail
Email Enviado Com Sucesso!
Nós ligamos para você!
Erro ao enviar o e-mail
Email Enviado Com Sucesso!
Avise-me sobre lançamentos de cursos